Descobrindo as Similaridades e Diferenças
Combien peut-on boire de tasses de café par jour ? - Magazine Avantages - Bem estar

Para os amantes de bebidas quentes, café e chá são escolhas clássicas, cada uma com sua própria legião de seguidores devotos. Mas e se combinássemos essas duas paixões em uma só xícara? A união entre café e chá pode surpreender e encantar, revelando sabores únicos e uma experiência sensorial completamente nova.

Vamos mergulhar nessa deliciosa jornada, explorando as semelhanças e diferenças entre café e chá, além de destacar como ambas são apreciadas e celebradas em todo o mundo.

1. História e Cultura: Ao examinarmos a história do café e do chá, somos transportados para diferentes partes do globo, onde essas bebidas têm desempenhado papéis significativos. Desde as primeiras descobertas do café na Etiópia até as origens milenares do chá na China, a jornada dessas bebidas é uma tapeçaria rica em tradições e histórias fascinantes.

2. Rituais e Cerimônias: Tanto o café quanto o chá têm seus próprios rituais de preparação e cerimônias associadas a eles. Enquanto o café pode evocar imagens de cafeterias agitadas e pausas matinais revigorantes, o chá nos leva a cerimônias delicadas e contemplativas, como as do Japão e da China. Esses rituais não apenas refletem as preferências individuais, mas também revelam os valores culturais e sociais de diferentes comunidades ao redor do mundo.

3. Variedades e Sabores: Assim como existe uma ampla gama de variedades de café, como arábica e robusta, o mundo do chá é igualmente diversificado. Do chá preto encorpado ao chá verde revigorante, passando pelo oolong suave e pelo branco delicado, cada tipo de chá oferece uma experiência única de sabor, aroma e até mesmo benefícios para a saúde.

4. Impacto na Economia: O café e o chá não são apenas apreciados por seu sabor, mas também têm um impacto significativo na economia global. Muitos países dependem da produção e exportação dessas commodities, o que influencia não apenas as economias locais, mas também as dinâmicas globais de comércio e sustentabilidade.

5. Café e Chá na Cultura Popular: Ao longo dos anos, o café e o chá têm desempenhado papéis proeminentes na cultura popular. De representações em filmes e na literatura até sua presença na arte e na música, essas bebidas têm inspirado e cativado pessoas em todo o mundo, tornando-se símbolos de conforto, convívio e até mesmo rebelião.

Ao explorar essas conexões entre o café e o chá, somos convidados a mergulhar em um mundo de sabores, tradições e histórias compartilhadas. Que essa jornada nos inspire a apreciar e celebrar não apenas nossas bebidas favoritas, mas também a riqueza e a diversidade da cultura humana. Porque, afinal, há espaço de sobra em nossa xícara para todas as experiências que a vida nos oferece.

- Bem estar
Combinações café e chá

Antes de nos aprofundarmos nas deliciosas combinações de chá e café, vale destacar os benefícios para a saúde que essas bebidas oferecem. O chá, com sua riqueza em antioxidantes e polifenóis, é conhecido por sua capacidade de proteger o corpo contra danos dos radicais livres, enquanto o café, com sua dose de cafeína e antioxidantes, promove uma melhoria na função cerebral e um impulso de energia.

Agora, vamos explorar algumas das combinações mais populares:

  1. Chá Verde com Café: A união do chá verde, conhecido por seus inúmeros benefícios para a saúde, com o café resulta em uma bebida refrescante e rica em antioxidantes. Experimente preparar um chá verde forte e adicionar ao seu café, ou misturar o chá verde em pó diretamente ao café moído antes de preparar.
  2. Chá de Frutas Vermelhas com Café: Para uma opção doce e frutada, combine o chá de frutas vermelhas com café. Adicione uma colher de chá deste chá ao seu café para desfrutar de uma bebida com uma explosão de sabores.
  3. Chá de Hortelã com Café: O chá de menta, conhecido por suas propriedades digestivas e refrescantes, adiciona um toque revigorante ao café. Adicione algumas folhas de menta fresca ao seu café para uma experiência única.
  4. Chá Chai com Café: A mistura de especiarias do chá chai, combinada com o sabor intenso do café, cria uma bebida picante e aromática. Misture o chá chai em pó com o café moído antes de preparar para obter uma explosão de sabores.

Quanto aos métodos de preparação, você pode experimentar diferentes abordagens, desde a infusão simultânea até a adição de chá ao café já pronto, conforme sua preferência e conveniência.

Ao explorar a combinação de café e chá, você abre as portas para uma nova dimensão de sabor e prazer. Então, não hesite em experimentar e descobrir as maravilhas que essa fusão pode oferecer ao seu paladar e à sua saúde

Quer encontrar os chás para as combinações saírem perfeitas? Entre em nosso site ou acesse o link nos tópicos!!

6 diferentes tipos de chá: o melhor guia para começar.

- Bem estar

Os diferentes tipos de chá disponíveis para um novo apreciador de chá podem ser confusos. Este guia explica os seis diferentes tipos de chá, além de um guia para infusões de ervas  e chá aromatizado. Tantas escolhas!

O que você precisa saber sobre os diferentes tipos de chá para desfrutar de uma boa xícara de chá? Os quatro fatos básicos que você precisa saber sobre chá: Todo chá vem das folhas da planta Camellia Sinensis. Existem seis categorias principais de chá, frequentemente referidas como tipos de chá: verde, amarelo, branco, oolong, preto e pu-erh. A diferença está no cultivar e na forma como o chá é processado ou fabricado. Os chás de ervas são chamados de tisanas e não são considerados chá no contexto desta definição. Os chás aromatizados podem ser da planta Camellia sinensis, de uma erva ou de frutas. Muitos são uma mistura dos três.

6 DIFERENTES TIPOS DE CHÁ: 

  1. CHÁ VERDE
    O chá verde não é oxidado. É torrado, enrolado e seco com vapor, calor de forno ou frito em panela, prevenindo a oxidação, também conhecida como fixação. Isso produz um chá refrescante com um aroma doce. O chá verde tem um sabor mais leve do que o chá preto. É mais comum em países orientais, mas também no ocidente

    - Bem estar
  2. CHÁ AMARELO
    O chá amarelo não é oxidado. Após a fixação, as folhas de chá amarelo são amontoadas ou empilhadas e depois envolvidas em um pano úmido para descansar por um período. O calor e a umidade dão às folhas um tom amarelo. É um chá raro produzido apenas na China, e muito pouco é exportado.

    - Bem estar
  3. CHÁ BRANCO
    O chá branco é pouco oxidado e tem um sabor suave e doce. O chá branco é principalmente processado a partir do botão apenas, mas pode incorporar a primeira ou segunda folha
    - Bem estar
  4. CHÁ OOLONG
     Os oolongs são parcialmente oxidados, dentro de uma faixa de 12 a 80%. Oolongs são alguns dos chás mais valorizados devido ao seu processamento intrincado, que proporciona um sabor complexo que evolui a cada gole. O sabor depende das habilidades do produtor de chá.

    - Bem estar
  5. CHÁ PRETO
    O chá preto é totalmente oxidado, produzindo um sabor rico intenso de chá de cor âmbar. É o estilo de chá mais popular na maioria dos países ocidentais e é usado em muitas misturas como Earl Grey, English Breakfast e Chai.

    - Bem estar
  6. CHÁ PU-ERH (FERMENTADO)
    O chá Pu-erh é um chá preto aromático originário da China. As folhas são duplamente fermentadas e comprimidas em tijolos ou bolos. Isso facilitou o transporte e a troca de chá na antiga China. Ainda produzido hoje, este é talvez o mais exótico dos chás chineses. Considere-se sortudo se tiver uma loja de chá especializada localizada nas proximidades. É bom experimentar o chá pessoalmente. Muitas pessoas precisam comprar chá online, o que pode ser um pouco intimidante, considerando que existem mais de 700 lojas de chá online. Como guia, reuni uma resenha de algumas das minhas lojas de chá online favoritas.
    - Bem estar

ALGUNS TIPOS DE CHÁ PRETO MAIS POPULARES:


Muitas fazendas de chá em todo o mundo produzem chá preto. Os dois maiores produtores de chá preto são a China e a Índia.
CHÁ PRETO CHINÊS; Todos os chás pretos são feitos de folhas de chá completamente oxidadas. No caso dos chás pretos chineses, as folhas são lentamente murchadas e oxidadas, coaxando um chá mais suave e perfumado do que o forte chá adstringente famoso nos outros grandes países produtores de chá preto. Os chineses também preferem chá não misturado a granel solto. Os chás pretos chineses são produzidos principalmente nas províncias do sul da China, incluindo Anhui, Fijian e Yunnan. Os chás pretos chineses são muito diferentes dos chás pretos da Índia, com um sabor muito mais suave e raramente requerem a adição de leite e açúcar, embora você certamente possa adicionar leite ou açúcar. O chá preto chinês é às vezes chamado de chá vermelho.


CHÁ PRETO INDIANO; A Índia tem três regiões principais produtoras de chá – Darjeeling, Assam e Nilgiri. Assim como os vinhos da França, o chá na Índia é nomeado após a região em que é cultivado. O local onde o chá é cultivado e produzido tem muito a ver com o sabor que o chá terá. Essa ideia de lugar é chamada de terroir; a ideia de que o solo, a chuva, o sol, a lua e o clima impactam todos no chá final. O chá indiano inclui ambas as variedades da planta Camellia sinensis. O Camellia sinensis var. assamica de Assam, Índia, e o Camellia sinensis var. sinensis da China. Ambas as variedades são usadas para produzir chá preto. A maioria do chá indiano é produzida como chá preto, embora você encontre algumas propriedades produzindo chá verde, oolong e branco. Folhas grandes caracterizam as folhas de chá Assam.

TIPOS DE CHÁ VERDE
A China e o Japão produzem alguns dos melhores chás verdes. O chá verde não é um tipo específico de chá, mas uma categoria de chá, muito como o vinho branco é uma categoria de vinho. Assim como há muitos tipos diferentes de vinho branco, existem centenas de chás verdes. Todo o chá verde vem da mesma planta que o chá preto, oolong, branco e Pu-erh, a planta Camellia sinensis. Existem duas variedades principais da planta de chá Camellia sinensis e Camellia asamica, com muitas cultivares ou subvariedades diferentes. Existem mais de mil subvariedades da planta Camellia sinensis. Os chás verdes japoneses são diferentes dos chás verdes chineses. Todos os chás verdes japoneses são vaporizados durante o processamento e classificados como cultivados ao sol ou à sombra.

TIPOS DE CHÁ BRANCO
O chá branco tem um sabor suave e delicado, tornando-o perfeito para qualquer ocasião. Apenas o novo botão de folha fresca da primavera é selecionado para o famoso chá Silver Needle. O chá branco é um estilo de chá da planta Camellia sinensis que é minimamente processado e não oxidado como o chá preto e oolong. Na maioria dos casos, apenas o botão da folha é selecionado para uso em chás brancos. O surgimento de folhas e conjuntos de botões na temporada de primavera contém a maior concentração de nutrientes, óleos voláteis e clorofila, tornando este chá o mais doce e mais cobiçado. Tradicionalmente, o chá branco veio da Província de Fujian, na China, com Silver Needle e White Peony sendo populares entre os bebedores de chá. Hoje é produzido em outras províncias chinesas e regiões produtoras de chá em toda a Índia, Sri Lanka, Ásia do Sul e Ruanda.

TIPOS DE CHÁ OOLONG
O chá oolong é um dos mais valorizados devido ao seu processamento intrincado. Os sabores complexos evoluem a cada gole. A maioria dos oolongs vem das Montanhas Wuyi, no sul da China, e das encostas das montanhas de Taiwan. Os chás oolong são parcialmente oxidados, dentro de uma faixa de 12 a 80%. A oxidação variada produz chás, às vezes chamados oolong verde ou preto. O vasto espectro de sabores, de leve e floral a escuro e mineral, oferece muitas variações.

COMO O CHÁ É FEITO?
As folhas de chá da planta Camellia sinensis são colhidas do novo crescimento de folhas e apenas as duas primeiras folhas e o botão são selecionados para o processamento. A nova folha é a mais doce. Os especialistas em chá categorizam o chá pelo processo de fabricação em termos de oxidação, a cor das folhas secas e a cor do chá resultante. Para entender os diferentes tipos de chá, é melhor primeiro entender como o chá é feito. Todas as folhas frescas são deixadas para murchar após a colheita para reduzir sua umidade. Assim que as folhas são colhidas, começam a oxidar. A oxidação muda as enzimas que influenciam o sabor do chá. Aquecer as folhas de chá interrompe o processo de oxidação.

Chás verdes e amarelos são aquecidos (ou fixados) assim que chegam à fábrica de processamento para evitar a oxidação. Isso é feito por meio de vaporização, fritura em panela ou secagem em forno. Oolongs e chás pretos são parcialmente ou totalmente oxidados. As folhas são primeiro murchadas, permitindo que sequem e removam a maioria da umidade. Tostar e mexer são aplicados aos oolongs em diferentes graus para evitar mais oxidação. O quadro a seguir é um belo visual dos seis tipos de chá e como são processados.

O QUE É CHÁ DE ERVAS (INFUSÕES) ? As ervas são plantas usadas por suas propriedades aromáticas ou medicinais para uso em alimentos e medicamentos. Ao longo da história, os humanos têm usado infusões de ervas por seus benefícios terapêuticos. Os chás de ervas são feitos de partes de plantas como folhas, cascas, caules, raízes, bagas, flores ou sementes e são infundidos em água fervente por algum tempo. O chá de ervas resultante é chamado de tisana (pronuncia-se ti-Zahn). Existem centenas de ervas usadas para fazer tisanas, como hibisco, camomila, menta, tulsi, rooibos e yerba mate. Eles são frequentemente preparados como um remédio para o bem-estar.

O QUE É CHÁ AROMATIZADO?
As folhas de chá secas atuam como uma esponja e absorvem os sabores e aromas de seus contatos circundantes. Isso pode ser bom ou ruim. O motivo de armazenar seu chá em recipientes selados e herméticos é para que ele não absorva sabores circundantes indesejados. O chá é aromatizado de várias maneiras. Tradicionalmente, os chineses adicionam aromas aos chás por meio do scenting.

TIPOS DE SABORES DE CHÁ; CHÁ AROMATIZADO COM FLORES

- Bem estar

 Os chás mais famosos aromatizados são os chás de jasmim. Muitas outras flores são usadas para aromatizar as folhas de chá, como rosas, calêndula, lírio, magnólia, crisântemo e orquídea. Os chás perfumados são feitos adicionando flores frescas ou secas às folhas de chá secas que já foram processadas. Isso pode ser feito com chás preto, verde ou oolong. O aroma final é muito leve e agradável. Se você se deparar com um chá muito perfumado, como se estivesse bebendo de uma garrafa de perfume, é mais provável que seja artificialmente perfumado. Em ambientes comerciais grandes, o scenting é feito pulverizando as folhas de chá secas com um líquido ou perfume – natural ou artificial. O scenting tradicional é feito combinando as folhas de chá secas com os ingredientes desejados e selando-os em um recipiente por um período de tempo.


CHÁ AROMATIZADO COM FRUTAS: Você pode usar qualquer fruta para aromatizar um chá, como maçãs, ameixas, pêssegos, damascos e frutas vermelhas. Pode-se usar frutas frescas ou frutas secas. A fruta seca ou casca de fruta seca é chamada de chá perfumado com frutas. Adicionar suco de fruta a um chá preparado cria um chá aromatizado. O Earl Grey é o chá com aroma de frutas mais famoso. É feito a partir de uma mistura de folhas de chá preto aromatizadas com o óleo da casca de laranjas azedas bergamota.


CHÁ AROMATIZADO DEFUMADO:
Lapsang Souchong é um chá preto tradicional chinês da província de Fujian. O chá é defumado sobre um fogo de pinheiros, dando-lhe seu distintivo sabor defumado. O Genmaicha é um chá verde sencha japonês misturado com grãos de arroz estourados para dar-lhe um sabor defumado. Isso lhe confere um leve sabor de noz. CHÁ DE ESPECIARIAS Na cultura indiana, as especiarias são frequentemente adicionadas para dar sabor ao chá, sendo o mais popular o masala chai e o chá de gengibre.

COMBINAÇÕES DE CHÁ E ERVAS
O chá de hortelã marroquino é a combinação de chá de ervas mais famosa. As folhas de menta secas são misturadas com folhas de chá secas para preparação. Um ramo de menta fresca é adicionado para servir. O chá usado para a base desse blend com hortelã marroquino é o chá verde gunpowder . É um dos chás verdes mais fáceis de preparar e muito perdoador. Misturar e infundir chás com sabores é uma forma de arte culinária. Como você pode ver, as possibilidades e combinações se tornam infinitas. E pode ser bastante divertido.

Gostou de algum chá e deseja saborear? Clique nos links dos tipos de chá e descubra um universo de sabores..

Qual chá te deixou com vontade de experimentar? Deixe abaixo nos comentários, queremos saber rsrs..

 

Por Bella Lemos.

Chás em folhas soltas vs. Chás em sachês convencionais de mercado

Ao decidir entre chá em sachê convencional e folhas soltas, leve em consideração o sabor que deseja, os benefícios para a saúde e a praticidade que busca no processo de preparo.

O Que são Sachês de Chá de mercado?

- Bem estar

Os saquinhos de chá convencionais são bolsas pequenas preenchidas com folhas de chá trituradas ou quebradas, usadas para fazer chá. Os de alta qualidade são feitos de seda, algodão ou utiliza sachê de fibra de milho compostável assim como os da Tea Road que além deste diferencial utiliza de folhas soltas no saquinhos de chás, enquanto os mais acessíveis geralmente usam papel filtro. Eles são populares pela facilidade de uso e estão amplamente disponíveis em supermercados e lojas. Basta colocar um saquinho em uma xícara ou bule com água quente e deixar em infusão por alguns minutos para extrair o sabor.

O Que são Chás com Folhas Soltas?

- Bem estar

Chá com folhas soltas consiste em folhas de chá inteiras ou quebradas que são infundidas em água quente sem a proteção de um saquinho. Após a infusão, as folhas soltas são retiradas usando um coador ou infusor de chá. Chás de folha inteira, como o chá verde com folhas soltas, geralmente proporcionam um sabor mais intenso do que os chás em saquinho.

Saquinhos de Chás convencionais de mercado ou Chás com Folhas Soltas: Quais São as 6 Diferenças?

1.Perfil de Sabor: O chá com folhas soltas utiliza das partes mais nobre da planta e tende a ter um sabor mais intenso, pois as folhas são frescas e menos processadas, enquanto os saquinhos podem diminuir o sabor devido à separação entre a água e as folha.

2.Facilidade e Eficiência: Os saquinhos de chá são mais fáceis para o dia a dia, já que não exigem utensílios extras, enquanto o chá com folhas soltas requer infusores e é um pouco mais complicado de limpar.

3.Cafeína: Os saquinhos de chá podem conter mais cafeína do que o chá com folhas soltas, especialmente os de chá preto.

4.Reinfusão: Enquanto os saquinhos geralmente são para uma única infusão, o chá com folhas soltas pode ser usado para fazer várias xícaras porque os chás tem muito mais qualidade e benefícios quando em folha solta.

5.Variedades de Folhas: O chá com folhas soltas oferece mais variedade, já que as folhas podem estar inteiras ou quebradas, enquanto os saquinhos costumam ter folhas trituradas.

6.Infusão: O chá com folhas soltas retém mais nuances de sabor, já que as folhas não são moídas como no caso dos saquinhos.

Escolha o tipo que mais se adapta às suas preferências e estilo de vida.

Reflexão e Energia: A Dança Sutil entre a Alma e o Coração.

Em meio ao turbilhão da vida moderna, encontrar um equilíbrio entre a energia que nos impulsiona e a reflexão que acalma a mente é uma busca constante. Nesse ritmo acelerado, muitas vezes esquecemos a importância da pausa, de respirar profundamente e contemplar o caminho que estamos percorrendo. É nesse ponto de encontro entre a reflexão e a energia que podemos descobrir uma harmonia essencial para o nosso bem-estar.

A reflexão é como um mergulho profundo nas águas serenas da nossa própria consciência. É uma oportunidade para silenciar o ruído externo, desacelerar o ritmo frenético e escutar as vozes internas que muitas vezes ficam perdidas no tumulto da vida cotidiana. Ao reservarmos um tempo para refletir, recarregamos não apenas nosso corpo, mas também nossa mente e espírito.

A prática da reflexão nos permite analisar nossas escolhas, compreender nossos sentimentos mais profundos e cultivar uma maior consciência do momento presente. Essa conexão interior é uma fonte valiosa de energia, uma vez que nos coloca em sintonia com nossos valores, propósitos e aspirações.

Ao refletir sobre nossas experiências, abrimos espaço para a aceitação e a gratidão. Aceitar as lições aprendidas com as adversidades e encontrar gratidão nas pequenas alegrias diárias são formas poderosas de recarregar nossa energia emocional. A aceitação libera o peso do passado, enquanto a gratidão ilumina o presente, infundindo-nos com uma energia positiva que transcende os desafios que enfrentamos.

A reflexão não é um convite para a estagnação, mas sim uma ponte para a ação consciente. Ao mergulhar nas profundezas do nosso ser, ganhamos clareza sobre nossos objetivos, valores e direção. Essa clareza, por sua vez, se transforma em uma fonte de energia direcionada, impulsionando-nos a tomar medidas alinhadas com nossa verdade interior.

A dança entre reflexão e energia é uma jornada dinâmica, onde cada passo de introspecção é seguido por uma dança vigorosa de ação. Essa harmonia entre contemplação e movimento cria um ciclo de crescimento contínuo, permitindo-nos evoluir com propósito e consciência.

Em última análise, a reflexão e a energia não são opostas, mas aliadas essenciais em nossa jornada. Ao abraçar esse equilíbrio delicado, encontramos a força interior necessária para enfrentar os desafios da vida, enquanto cultivamos uma serenidade que nutre nossa alma.

Além de ser uma fonte de energia e um catalisador para a reflexão, o chá tem uma longa associação com a espiritualidade. Muitas tradições, como o chá cerimonial japonês e a cerimônia do chá chinesa, valorizam o ato de beber chá como uma experiência que transcende o físico, alcançando o espiritual.

Ao incorporar o chá em nossa rotina diária, abrimos as portas para uma jornada de descoberta interior. A simplicidade do ato de tomar chá pode se transformar em uma prática espiritual que nos conecta com algo maior do que nós mesmos.

O que recomendamos para as noites são aqueles chás florais e que trazem calma para o seu sistema digestivo e que tenham flores como erva doce, tília e rooibos.

Para a concentração do dia, os chás verdes pela manhã e os pretos e oolongs a tarde podem transformar o seu dia pela energia e transformação da mente, quando consegues fazer do chá um hábito de conexão com seus pensamentos, trazendo organização mental e até mesmo uma sensação de estar fazendo algo por si mesmo.

Espero que você encontre esse momento e que se transforme em dança no seu dia.

Imagem concedida por Tai Capelari que é artista plástica, apaixonada por chás e ao longo do tempo, se tornaram um ritual de inspiração para sua arte.

Tânia Rampi – Fundadora da Tea Road

Sommelière de chá | Tea Blender
Happiness is on the way.
Siga @tearoad_br

O que exatamente é cafeína?

A cafeína é uma substância natural encontrada nas folhas, sementes ou frutos de pelo menos 100 espécies de plantas diferentes em todo o mundo, e faz parte de um grupo de compostos alcaloides. As fontes mais comuns conhecidas de cafeína são café, grãos de cacau, erva mate e  folhas de chá. E a cafeína de cada um afeta o corpo de sua uma maneira única.

Por que tantos de nós pode ter receio por consumir cafeína? É um estimulante que deixa você mais alerta e energizado. A cafeína também pode bloquear certos receptores cerebrais de reagir ao estresse. E não vamos esquecer nossa velha amiga dopamina, um hormônio do bem-estar que é desencadeado pela cafeína. Não é de surpreender que todos esses atributos nos façam querer consumir mais.

 

cafeína no chá vs café – Em comparação,

as folhas de chá realmente contêm mais cafeína do que os grãos de café. No entanto, uma xícara de chá 200 ml requer cerca de 2 gramas e meio de folhas, enquanto a mesma xícara de café requer 10 gramas. O chá é geralmente fabricado a temperaturas mais baixas por um tempo mais curto do que o café, resultando em menos cafeína sendo extraída das folhas. Isso por si só é uma boa razão pela qual uma xícara de chá tem, em média, 30 a 45 miligramas de cafeína, enquanto uma xícara de café tem facilmente três vezes essa quantidade.

 

A cafeína do chá reage de forma diferente com o corpo do que a cafeína do café e alguns refrigerantes à base de cola. L-teanina, um aminoácido encontrado no chá, reduz o estresse e promove o relaxamento. L-teanina também trabalha com cafeína para acalmar sem reduzir o estado de alerta. Altos níveis de antioxidantes encontrados no chá diminuem a absorção de cafeína, resultando em um período mais longo de foco relaxado com os efeitos da cafeína diminuindo gradualmente.

 

A cafeína do café nos afeta de uma maneira diferente. Simplificando, ele bloqueia e se liga aos mesmos receptores no cérebro que nos fazem desacelerar ao longo de um dia até a hora de descansar. Esse processo estimula a liberação de hormônios que nos dão aquele choque de adrenalina familiar. Uma vez que a caneca de café tenha metabolizado, as comportas se abrem de volta para essas moléculas de tempo sonolento, causando uma queda de cafeína.

 

Quais são as opções sem cafeína?

O que fazer se você não está cavando os efeitos da cafeína? Você pode reduzir o consumo ou espaçar sua ingestão. Chás ou cafés descafeinados são um pouco equivocados, pois não existe descafeinação total; sempre haverá vestígios de cafeína deixados no chá ou café após o processo.

As infusões herbais estão se tornando uma opção cada vez mais atraente ao final do dia por exemplo. Existem tantas misturas que oferecem sabor robusto e completo, com a grande maioria sendo livre de cafeína e muitas  com antioxidantes e outros benefícios. Encontre o seu momento certo para ingestão da cafeína e explore os benefícios que ela traz no chá e divirta-se com tantas infusões como o rooibos que é uma infusão sem cafeína com muitas propriedades benéficas. Além das infusões herbais, que são muito aromáticas e saborosas.

 

Se tiver alguma restrição à cafeína, siga orientações médicas. E lembre-se que o chá tem benefícios reparadores ao seu sistema imunológico e digestivo, além de ser um estimulante natural ao seu corpo e mente.

As rosas são uma das flores mais antigas do mundo e são referenciadas na literatura, música e arte há séculos. Eles são amados pelos jardineiros como uma planta resistente e duradoura.

Existem centenas de variedades de rosas que são consideradas seguras para uso humano. As rosas são adicionadas a uma variedade de produtos tanto por sua fragrância quanto por seus potenciais benefícios à saúde. As rosas também são frequentemente usadas na cozinha, especialmente na culinária do Oriente Médio, indiana e chinesa. A flor aromática é adicionada a bolos, geleias e confeitaria.

Beber pétalas de rosa no na infusão pode ter se originado na China. O chá de rosas é uma parte importante da Medicina Tradicional Chinesa (MTC), onde é usado para regular o qi, ou energia vital. A MTC considera o chá de rosas um remédio potencial.

Rosas como uma infusão, podem ser boas para você?

O sabor

O chá de rosas tem uma delicada fragrância de rosas que cheira a uma xícara de rosas frescas. O sabor pode ser descrito como sutilmente floral e levemente picante ou frutado.

Informações nutricionais:

E conheça a nossa seleção de Rosas portuguesas muito aromáticas. Além de ser um ritual mágico, tem um perfume que encanta a todos.

Um chá verde chinês muito incomum, o LU AN GUA PIAN. Não contém rebentos ou hastes, mas não se deixe enganar, pois é um chá de primeiríssima qualidade!


LU AN é o nome da região da Província chinesa de Anhui de onde é originário e GUA PIAN é habitualmente traduzido por “semente de melão”. O nome original é Gua Zi Pian (semente de girassol), em homenagem à forma das folhas. Ao longo do tempo o nome foi encurtado, o que levou a uma falha de tradução.


COMO É PROCESSADO?
Os chás verdes chineses privilegiam normalmente os rebentos tenros das folhas, mas o Lu An Gua Pian é feito apenas com a primeira folha inteira que se segue ao rebento. A folha é colhida da planta sem a sua haste. Este método de recolha requer muito mais trabalho manual.
As folhas são depois emurchecidas e aquecidas em ‘woks’ para travar a sua oxidação. Segue-se um novo aquecimento no qual as folhas são mexidas com uma vassoura de palha e é este passo do processamento que as enrola na sua característica forma alongada. Por fim, as folhas são cuidadosamente secas sobre fogo de carvão para remover qualquer humidade residual.


QUAL A SUA ORIGEM ESSE CHÁ VERDE?
Este chá cresce nas montanhas que circundam a cidade de Lu’An na Província de Anhui. A combinação entre o clima ameno, chuva abundante, e um solo rico em nutrientes são ideais para o seu cultivo.
A história deste chá é alvo de debate: algumas fontes referem que já era mencionado no “Classic of Tea” de Lu Yu; outras que era um chá de tributo durante as Dinastias Ming e Qing ; outras ainda que foi criado apenas no início do século XX por um mercador.

A verdade é que os métodos de processamento do chá evoluíram e transformaram-se tanto ao longo dos tempos que é praticamente impossível datar com rigor a data de criação de muitas variedades.


A QUE SABE?
A infusão do Lu An Gua Pian cria um licor luminoso dourado de nuances esverdeadas e tem uma forma muito particular de captar a luz em volta. Tem um sabor rico e texturado, como um caldo, de claras notas vegetais, mas não excessivas. Há nele uma qualidade salgada e umami a fazer lembrar alguns chás verdes japoneses . E uma subtil nota defumada devida ao fogo de carvão onde secou. Sem qualquer adstringência.


COMO PREPARAR?
No método ocidental, usar 3g de chá para cada 250 ml de água. Infuse à temperatura de 85 C durante 3minutos.
Em ‘gaiwan’, faça da observação o seu melhor guia. Quando as folhas começarem a abrir e a ficar macias, coe o licor para um pequeno jarro e sirva. Deixe água suficiente na gaiwan para cobrir as folhas: isso ajuda a manter um sabor forte e consistente para as infusões subsequentes.


Este chá também resulta lindamente em ‘cold brew’.


ONDE COMPRAR?
Na nossa loja online.

link: tearoad.com.br

- Bem estar
- Bem estar

O chá como uma bebida de bem estar e como um ritual.

Não é novidade que durante a pandemia de Covid19 a procura de produtos de consumo mais saudáveis cresceu. A demanda por chá como opção de bebida mais alinhada com esses princípios de bem estar, relaxamento, conexão e convivialidade  – e uma ajuda preciosa para enfrentar os desafios do cotidiano – conheceu também uma escalada, pelo que cada vez surgem mais propostas online para desfrutar do chá em casa, bem como os espaços públicos como cafetarias, restaurantes, hotéis e spas acompanhando essa tendência depois da reabertura das atividades económicas que se seguiu ao período difícil  do confinamento obrigatório.

Algumas considerações sobre o que temos vindo a observar nesse período:

Mais pessoas entram em contacto com o chá: Durante a pandemia, com mais tempo disponível para expandir o seu conhecimento sobre as opções de chá existentes no mercado, muitas pessoas tiveram pela primeira vez contato com blends de qualidade ou chás especiais, ao procurarem por bebidas saudáveis ou por pequenos luxos sustentáveis que tornassem o confinamento ou o “home office” mais agradável.

Chá Wellness: A pandemia alertou mais pessoas para a importância de hábitos mais saudáveis, para bebidas e comidas que contribuam para o reforço do sistema imunitário. Neste sentido, assistimos a uma procura maior por alimentação “plant based” e por chás “wellness” ou funcionais, com destaque para receitas e fórmulas da Ayurveda, a medicina milenar indiana que é referência de bem estar.

Compra de chá online: As compras online estouraram em todo o mundo e em todas as indústrias durante a pandemia – incluindo a indústria do chá. Por um lado, os novos consumidores dispunham de mais tempo e disponibilidade para experimentar produtos diferentes; por outro lado, os que já eram amantes de chá viam as suas lojas preferidas encerradas. Resultado: todos se viraram para o online.

Embalagens Eco-Friendly: Grande parte dos consumidores já entende a questão vital de um futuro mais sustentável. As empresas que comercializam chá têm desenvolvido soluções mais ecológicas, tais como sachês biodegradáveis, embalagens de papel, latas sem qualquer resíduo plástico. Afinal o chá é um produto natural, então faz todo o sentido, não é?

Cold Brew: Cada vez mais popular, este tipo de infusão a frio reduz substancialmente o teor de cafeína do chá e produz uma bebida muito mais macia e doce, mantendo no entanto todas as propriedades. A tendência é que deixe de ser um hábito exclusivo de Verão e se estenda a todo o ano.

Coffee lovers viram Tea lovers: Muitos coffee lovers estão fazendo a transição para o chá. Não que  deixem de tomar café por completo, mas substituindo algumas doses por chá de qualidade, de folha solta, por forma a reduzir os níveis de cafeína. Muitos já substituem até o café por um revigorante Matcha!

Qualidade e seleção variada: Ao oferecer qualidade, se conquistam cada vez mais consumidores de chá. Os consumidores são cada vez mais exigentes quanto à qualidade do que se dispõem a comprar, sem comprometê-la por preço ou quantidade. No entanto, continuam querendo uma seleção variada dentro da qual escolher as suas preferências;

Amostras/embalagens menores: Outra tendência atual das marcas de chá é oferecerem aos seus clientes a opção de conjuntos de degustação, com amostras de vários chás, ao invés de se limitarem a vender embalagens de peso fixo. Isto permite que os potenciais tea lovers experimentem, por preços muito mais acessíveis, uma variedade considerável de chás até decidirem os seus favoritos.

Comprar do pequeno negócio nacional: Por fim, comprar do pequeno negócio nacional é tendência! Claro que quando falamos de chá, estamos sobretudo falando de produtos importados, mas a palavra de ordem é apoiar o empreendedorismo brasileiro, o trabalho de pessoas que se dedicam a trazer novidades de qualidade enfrentando os desafios e os elevados custos da burocracia de importação. Por isso, ainda que comprando online, vale comprar das marcas nacionais em vez de comprar das marcas do exterior, ajudando os pequenos negócios a se reerguer nesse pós-pandemia!

Escrito por Monica Costa

O ritual de consumo dos chás é algo milenar, percorre toda a história da humanidade. Essa tradição se perpetua principalmente por causa dos inúmeros benefícios do chá.

Não importa qual é a estação, quente ou gelado, o chá pode ser parte da sua rotina o ano todo. De uma maneira geral, os principais benefícios do chá estão relacionados à saúde, tanto mental quanto física.

Criar o hábito de tomar uma xícara de chá por dia pode ajudar a melhorar muito a sua qualidade de vida. Corpo e mente podem ser fortalecidos pelos benefícios do chá.

Cada tipo de chá ou infusão tem sua característica e efeito. Os diversos sabores, aromas, combinações e cores atendem a todos os gostos e podem fazer parte da rotina de qualquer pessoa.

O que comumente chamamos de chá é a infusão, a bebida quente que tem como base uma flor, fruto ou erva, ou os blends, as misturas desses elementos. Mas tecnicamente, chá mesmo é a preparação feita a base de Camellia sinensis. São chás reais: chá verde, branco, preto, vermelho (pu erh), azul (oolong) e matcha.

Apesar disso, outras infusões são igualmente poderosas e podem te fazer muito bem.

Benefícios do chá mais comuns

Existe uma xícara de chá para qualquer momento. Os chás podem ser aliados nos combates às dores, ao emagrecimento, a insônia, à gripe.

Existem chás anti-inflamatórios, chás para o sistema imunológico, para proteger o coração. Chás para aquecer o dia, chás para refrescar. Para acompanhar um bom livro. Benefícios do chá

Há quem diga que os chás são capazes, inclusive, de te ajudar a viver mais. O que faz muito sentido, afinal de contas, vários chás são antioxidantes. Isso significa que neutralizam moléculas do nosso corpo que nos envelhecem.

Uma vida mais longa por uma xícara de chá, já pensou? Seria esse um dos principais benefícios do chá?

Talvez sim, mas esses são benefícios mais comuns, que você lê por ai, que todo mundo conta, os benefícios do chá que estão escondidos por trás do ritual são outros:

Outros benefícios do chá

Além dos benefícios associados às funcionalidades dos chás, por aqui gostamos de pensar no ritual do chá também como um momento tanto de autocuidado quanto de diversão.

Seu ritual do chá pode ser um momento de paz, sossego e tranquilidade. Preparar um ambiente gostoso, acender uma vela, colocar uma música boa, aquecer a água, escolher seu blend…

1. Conecte-se consigo

Você pode criar o hábito de tomar uma xicara de chá quentinha sozinho, em seu momento de pausa. Os principais benefícios do chá, quando se está só, vão ao encontro do mindfulness, a prática da atenção plena ao presente.

Nesse caso, o chá funciona como um pretexto para colocar em prática as pequenas ações que realinham nossas energias, nos permitem exercitar nossa mente de maneira livre.

benefícios do chá

Aprecie o calor da xicara em suas mãos. Respire o vapor leve que se levanta. Sinta o aroma da infusão. Perceba os sabores. Contemple o momento, sem pressa. Esvazie sua mente. Transforme o ambiente no seu templo. Inspire-se.

A calma desse momento de autocuidado é o que vai te transmitir paz e leveza. Os benefícios do chá estão nas sensações que ele te traz, na experiência.

Além disso, alguns chás têm propriedades relaxantes, ajudando a equilibrar sua mente. Eles combinam perfeitamente com essa proposta de autocuidado.

Harmonizam bem com esse momento chás a base de camomila, lavanda, tisana de frutas, pétalas de rosas e calêndula.

2. Divida o momento

Há séculos, um dos benefícios do chá é reunir pessoas. É um pretexto para estarem juntas, em um momento descontraído. O seu ritual do chá pode ser dividido com alguém que você ama, proporcionando uma boa conversa.

O chá pode ser algo que você inclui na sua rotina para encontrar uma amiga, para retomar uma relação, para cultivar um laço familiar. Durante esse momento, pratique a escuta atenta e empática ou compartilhe as novidades sobre você.

Cuidar das relações, assim como tomar chá, libera ocitocina, um hormônio que tem efeito calmante. É um bom hábito, que pode estar associado ao seu ritual do chá.

Nos últimos tempos, estamos sempre ocupados, nunca temos tempo para nada e para ninguém. Por isso, estabelecer um momento especial para estar com quem se ama pode ser a saída para encontrar esse tempo de felicidade.

Quando foi a última vez que você convidou alguém para um chá? Uma boa conversa pode ser acompanhada do nosso Chá Preto Autoral – Brasilidades. Um blend de sabor adocicado pela manga e as rosas, com aroma de mel, chocolate e flores.

3. Energize-se

Apesar da boa e velha tradição que associa o chá às nossas queridas avós na varanda nas calmas tardes de outono, os chás também podem ser alegres, festivos, divertidos e energizantes.

Os benefícios do chá em um dia quente de verão ao ar livre demonstram sua versatilidade. Se você é uma pessoa mais agitada ou prefere bebidas geladas, saiba que os chás são ótimos para drinks.

Além disso, muitos chás apresentam um alto teor de cafeína, como o chá preto e o chá verde. São ótimos para aumentar a energia e a concentração, podendo facilmente substituir o café.

Algumas composições bem interessantes para aumentar a energia são:

  • limão, hortelã e chá verde
  • chá preto e suco de maça
  • mate e limão (um clássico do sul)
  • chá de limão com ameixas e alecrim.
  • chá branco com cubos gelados de framboesa

Você pode aproveitar essas receitas para dar um up no seu dia, para variar as bebidas durante um passeio, na piscina ou mesmo na praia.

Os chás gelados podem ser servidos também em harmonização com a comida.

A versatilidade dos chás é enorme, assim como os seus benefícios. São varias opções e sabores deliciosos para experimentar.

Se você quer conhecer mais sobre os chás, seus benefícios e sensações, aposte em um kit degustação e se delicie com uma variedade de blends, delicadamente selecionados e harmonizados para você.

 

O chá verde é uma bebida feita a partir da folha de Camellia sinensis, rica em compostos fenólicos que atuam como antioxidantes e nutrientes que proporcionam diversos benefícios à saúde, incluindo a prevenção e o tratamento de diversas doenças.

A presença de flavonóides e catequinas garante as propriedades do chá verde , como antioxidante, anti mutagênico, antidiabético, anti inflamatório, antibacteriano e antiviral, além de ação preventiva do câncer.

Este chá pode ser encontrado na forma de pó solúvel, cápsulas ou saquinhos de chá, podendo ser adquirido em supermercados, lojas on-line ou em produtos naturais.

Quais são os benefícios do chá verde?

Assim como outros tipos de chá como o chá branco, chá preto que também são derivados da planta Camellia Sinensis. Ele possui diversos benefícios para aqueles que consomem seu líquido com certa regularidade. Vamos acompanhar alguns deles?

Como o chá verde vem das folhas da Camellia Sinensis, ele acaba tendo uma grande quantidade de polifenóis que acabam reduzindo o risco de câncer e possíveis inflamações no consumidor.

Além disso, quase que 30% de toda composição em polifenóis ajuda na antioxidação natural e na prevenção de danos às células. E o impacto é tão positivo para o corpo que o EGCG que é um composto presente nesse tipo de chá, está sendo estudado e usado como base para tratamento de diversas doenças.

Chá verde 1.Função Cerebral

Como possui princípio ativo de cafeína, este tipo de chá mantém a pessoa acordada por mais tempo e ao mesmo tempo estimula a função cerebral, sem agitação ou ansiedade. E ainda por cima, combate a ansiedade e aumenta os níveis de dopamina, conhecida como o hormônio da felicidade.

2. Desempenho Físico e Emagrecimento

O chá verde possui relação direta com a queima de gordura e metabolismo acelerado. Já que estudos comprovam que ele aumenta em até 4% o gasto de energia e a oxidação da gordura em até 17%.

3. Doenças como Câncer

Não podemos fechar os olhos para algo tão importante, esta infusão de chás proporciona uma prevenção para esta doença. Visto que o câncer é a causa do crescimento descontrolado das células, principalmente se forem causadas pelo dano oxidativo.

Estudos feitos com o chá verde mostram que nos homens que consumiam regularmente a bebida tiveram cerca de 48% menos chance de desenvolver câncer de próstata e nas mulheres, cerca de 20 a 30% menos risco de câncer de mama.

Uma dica importante aqui é não adicionar leite ao seu chá, porque conforme estudos mostram isso diminuir a quantidade de antioxidantes na bebida.

4. Diabetes Tipo 2

O diabetes tipo 2 está associado a níveis elevados de açúcar no sangue devido à resistência à insulina ou à incapacidade do corpo de produzir insulina.

Um estudo descobriu que o chá verde melhora a sensibilidade à insulina e reduz o açúcar no sangue. Outro estudo descobriu que pessoas que bebiam chá verde tinham um risco 42% menor de desenvolver diabetes tipo 2.

Um terceiro estudo descobriu que o chá verde evitou a perda significativa de albumina em diabéticos e pode ser usado como um aliado no tratamento de doenças renais relacionadas ao diabetes.

5. Alzheimer

A doença de Alzheimer é uma doença neurodegenerativa crônica mais comum em idosos e leva à demência. Em segundo lugar está a doença de Parkinson, que está associada à morte de neurônios produtores de dopamina no cérebro.

Vários estudos mostraram que as componentes do chá verde têm um efeito protetor nos neurônios animais, sugerindo uma redução potencial do risco de Alzheimer e Parkinson em humanos.

6. Coração

Devido às suas propriedades antioxidantes, este chá ajuda a regular os níveis de colesterol, especialmente o colesterol ruim, o LDL. Além disso, previne a formação de coágulos sanguíneos e reduz o risco de formação de coágulos e, consequentemente, de ataques cardíacos e derrames.

7. Envelhecimento Precoce

O chá verde contém um grande número de antioxidantes que previnem o envelhecimento celular, combatendo os radicais livres, mantendo a pele hidratada e saudável e prevenindo as rugas.

8. Resistência aos esportes

Segundo alguns estudos, o consumo regular de chá verde melhora a prática de exercícios, além de estimular o corpo a usar a gordura para obter energia e aumentar o gasto calórico.

Preparo do seu chá verde

Você pode fazer a infusão de chás para sua bebida combinando com algumas folhas de menta e limão ou mesmo sozinho. Quando adicionamos outras folhas, isso faz com que o gosto amargo dele seja mascarado, o que ajuda no paladar.

Aqueles que gostam de perder peso e ao mesmo tempo trabalhar e fortalecer o sistema imune, uma pedida é adicionar limão.

Ingredientes:

  • Suco de meio limão;
  • 1 xícara de água;
  • 1 colher de chá, do chá verde.

Chá verde Como preparar:

Nas folhas verdes, adicione água quente e deixe descansar por cerca de 10 minutos. Depois apenas coe e adicione o suco de limão e pode beber.

Como tomar:

O ideal é ser consumido de 3 a 4 xícaras diárias, principalmente entre as refeições, já que ele diminui o cálcio e o ferro que é absorvido pelo corpo. Durante o período de amamentação ainda é aconselhável que não seja ingerido mais de 1 a 2 xícaras diárias do chá verde.

Contraindicações

Não é recomendado a ingestão da bebida para pessoas que tenham problemas na tireóide, já que existem estudos que afirmam que o chá pode alterar o funcionamento da glândula. Quem sofrer de insônia, também é recomendado não ingerir já que devido a cafeína pode interferir mais ainda no sono.

Gostou do conteúdo? Inscreva-se para receber nossos tutoriais semanais sobre chás.